[FP] Richard F. Boucher

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Richard F. Boucher

Mensagem por Convidado em Dom Ago 03, 2014 8:00 pm



Richard Franz Boucher
quem está lendo isso me ama. Sim, você mesmo, Convidado
THE HANDSOME ONES. 21 ANOS. ARQUITETO. JEREMY DAVIS.
✭✭✭✭✩

Capítulo I
Há uma liquidação, e nela há duas calças perfeitas que não deveriam estar com aquele preço baixo. Então você tecnicamente faz o impossível para pegar elas. Imagine uma multidão de mulheres que gostam de aproveitar promoções em uma "guerra" por melhores peças de roupas. Okay. Okay. Você conseguiu as melhores, e entre as melhores há a melhor das melhores. Minha mãe quando me adotou foi mais ou menos assim, só que em um orfanato. Pense... Em um orfanato há crianças de graça, porém, você precisa passar por uma grande papelada até conseguir adotar. Não querendo me gabar... Mas eu era a melhor criança ali.

Eu tinha um rostinho de anjo, olhos azuis, cabelos loiros e cortados como uma "canoa" (algo que em uma criança é extremamente fofo. Ainda mais quando essa criança sou eu). Minha voz era aguda e eu tinha aquele olhar pidão que se encaixava perfeitamente com as minhas bochechas. Minha mãe biológica deve ter ficado muito triste por ter deixado aquela criança perfeita para a adoção. Eu não tenho raiva dela. Penso que deveria ser uma mulher com dificuldades, por isso teve que deixar seu filho. É... Ela saiu perdendo.

Minha mãe adotiva, estudante de medicina na época, só que já bem rica, se encantou por mim como se fosse "mãe a primeira vista" em uma visita beneficente. Não demorou algumas semanas e ela foi me buscar. A minha nova casa era grande, cheia de empregados e babás. Um verdadeiro palácio para um príncipe. Eu. Só que eu ainda tinha três anos. E com a mamãe e o dinheiro, veio o Eric. Meu... Pai por assim dizer.

Eu não gostava e ainda não me dou bem com o Eric. Não me importo se ele me adotou ou não com a minha mãe. Acho que a ideia de ter a atenção roubada não é muito legal. Ainda mais quando se trata da atenção da minha mãe. Esse grande maldito nunca gostou da ideia de ter filhos que não são dele, não que ele tenha falado algo, mas desde que eu tinha dez anos parecia que ele estampava isso na cara. Pelo menos para mim. Mas não vou gastar meu tempo escrevendo sobre esse... Esse cara.

Dois anos depois da minha adoção, minha mãe chegou com outro bebê adotado. Uma garotinha. Tudo bem... Outra pessoa que eu não gostava na infância. Ela foi quem mais roubou toda a minha atenção. Não era justo! Eu, como sou, sendo substituído por uma... Uma simples garota? Comecei a ficar... Meio rebelde. Gostava de deixar ela chorando, quebrava a decoração da casa e colocava culpa na menina. Pedir a conta de quantas vezes passei pimenta no bico da mamadeira dela. Mas... Como alguns dizem "O mundo gira".

A escola foi fácil no final. No começo eu usava cabelo um pouco grande, tinha espinhas e meu estilo de roupas não era bem... Legal. Um belo dia resolvi mudar, novo corte de cabelo, pele perfeita e roupas exclusivas. Eu era Richard Boucher, o maior pegador do ensino médio e da faculdade. Eu fiz arquitetura. Gostava de desenhar, tinha muitas ideias e me tornei um dos melhores. Pois é... Além da fama da família rica, fiquei conhecido também por meus trabalhos. Quem do meio de elite não queria ter uma casa desenhada por mim? Era quase tão bom quanto fazer música.

Eu nunca fui uma pessoa doce de verdade. Já entrei em muitas brigas, discussões ou apenas fui grosso. É algo da minha natureza. Eu simplesmente não consigo me conter. Quando vejo... Já foi. E bom, eu não me importo. Se eu disse algo, é porque você mereceu ouvir ou simplesmente não se tocou que sua existência não faz a mínima mudança pra mim. Tem quem manda e quem obedece. Eu fico em mandar.

Eu disse que o mundo gira... Minha "irmãzinha" se tornou mais que a bebê com quem eu tive que dividir minha atenção. Como poderia imaginar que sentiria algo tão intenso e bonito por ela? Sim, eu amo a garota. Amo com todas as minhas forças. E só com ela eu consigo mudar totalmente o que sou.. De um cara chato e prepotente, me torno um cachorrinho carinhoso e louco por atenção. Somos... Perfeitos e ao mesmo tempo totalmente inadequados. Brigamos o tempo todo... Mas a culpa é dela.  

Bom, agora eu quero entrar nesse reality show. É algo diferente. Quero saber meus limites... Vou provar que posso ser o melhor também nisso.

Conhecimento
Sabe nadar;
Cozinha muito bem;
Sabe desenhar;
Sabe lutar kung fu;
É mestre na arte na cama;
Não cantar;
Não tem conhecimento com sobrevivência na selva;
Não sabe fazer fogo com pedras;
Tem ótima memória;
É fotogênico;
Sabe esgrima;


Objetos
- Aliança de prata com o nome da namorada -Mary Jo - gravado na parte interna;

- Óculos de grau quadrado estilo nerd com armação na cor preta - Richard sempre carrega em um pequeno estojo preto de couro;

- Bloco de notas com uma caneta presa por uma pequena corrente de ferro - O garoto sempre está com este objeto caso tenha alguma ideia repentina;

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Richard F. Boucher

Mensagem por Alpha em Dom Ago 03, 2014 10:47 pm

aprovado
O maior arquiteto de United City também está no show, é claro. Mas, será que o "rebelde" rapaz ficará sempre assim durante o show ou revelará seu lado diferente, o mesmo que tem com sua irmã e namorada, Mary?

avatar
Mensagens : 80

Origem : -

never close your eyes over here
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum